4 dicas para fazer um site da sua corretora

4 dicas para fazer um site da sua corretora

A presença digital é fundamental para conquistar mais clientes — e, se você acompanha o blog, já sabe disso. Afinal, é preciso estar onde seu potencial público se encontra. Só assim as marcas finalmente conseguirão se consolidar no mercado e, principalmente, no imaginário dos consumidores. 

Parte essencial da construção dessa presença é o desenvolvimento do site de sua corretora. O seu endereço online funcionará como centralização dos conteúdos que vão atrair as pessoas que buscam, no Google, por serviços que você oferece. 

Mas como fazer um site? Quais informações devem ser levantadas para que sua webpage seja realmente completa, funcional e atrativa? Continue com a gente e confira tudo sobre criação de sites para corretoras. 

Como fazer um site: por onde começar?

Para fazer um site, é imprescindível que haja planejamento. É muito importante reunir tudo aquilo que você precisa — um verdadeiro levantamento — antes de iniciar o processo de desenvolvimento em si. Isso evita uma série de contratempos e, de forma geral, impede que exista alguma desorganização quando a construção das páginas começar. 

Abaixo, reunimos 4 dicas simples para que você saiba dar os primeiros passos. Vamos lá?

1. Identidade visual

Antes de tudo, a identidade visual de sua corretora deve estar redonda e finalizada. Isso significa que você precisa ter uma logo para seu negócio e, ainda, um desenvolvimento da aplicação dessa logo (ou seja, a identidade visual completa). Aqui, incluímos: cores, formas, exemplos de peças etc. 

A identidade visual de sua corretora é a “cara” que você gostaria de dar à sua marca. Ela deve corresponder aos valores da empresa e, ainda, captar a atenção do seu público em potencial. 

Dê atenção a ela, portanto, e não deixe de construir todo seu site seguindo este visual. Isso traz coesão à sua empresa e torna mais fácil o processo de identificá-la. 

2. Homepage 

A homepage nada mais é que a página inicial do seu site. É fundamental que a pessoa que chegue até ela consiga dizer o que sua empresa oferece só ao “bater o olho” na tela. Portanto, aqui, é preciso reunir as principais informações sobre sua corretora. 

Um breve resumo do negócio e uma listagem dos serviços oferecidos deve bastar. Uma boa dica é procurar pelos sites de concorrentes, para entender o que é usual atualmente e, ainda, quais os pontos de melhoria que você pode oferecer. Fazer um site completo é, também, uma ótima maneira de oferecer diferenciais competitivos.

Não se esqueça: simplicidade é tudo. Seja claro e direto em tudo aquilo que for escrito, principalmente na homepage

3. Páginas

Chegou a hora de fazer o levantamento das páginas, ou seja, reunir as informações que serão disponibilizadas a partir do menu principal da sua homepage. Este é o momento de colocar no papel tudo aquilo que vai estar disponível online sobre a sua corretora. 

Aqui vão alguns tópicos comumente usados para te ajudar: 

  • sobre (um resumo da história de sua empresa, os valores, visão, objetivos e por aí vai), 
  • serviços, 
  • clientes, 
  • orçamentos e contato — aliás, é muito importante definir seu contato. Coloque o telefone, e-mail e, se for possível, não deixe de criar uma conta no WhatsApp Business. 

Mas não deixe de lado aquilo que você julgar necessário. Cada negócio tem a sua particularidade, e seu site deve refletir as da sua corretora. 

4. Blog e newsletter

Se você deseja alavancar seus resultados nos sites de busca e conquistar mais clientes de vez, precisa reunir conteúdo relevante para seu potencial cliente em um blog. O objetivo, aqui, não é diretamente vender os seus serviços, mas mostrar ao público a importância de contratá-los. Entende a diferença? 

Seu blog deve servir como um “professor” para o seu público, ensinado a ele sobre seguros, o risco de não contratar seguros e por aí vai. Assim, a contratação de sua empresa é facilitada e muito mais acertada. 

E, se você construir um blog, não deixe de atrelá-lo ao seu site, combinado? Você pode, também, criar uma opção para que o consumidor que chegue até ele assine uma newsletter. Assim, ele recebe tudo aquilo que você postar em primeira mão, diretamente na caixa de entrada. 

E aí, como fazer um site na prática?

De nada adianta reunir todas as informações necessárias com organização e afinco para fazer um site se você não contar com um profissional altamente qualificado. O desenvolvimento de páginas na web requer uma árdua prática e, por isso, não é interessante delegar essa tarefa para “qualquer um”. 

Nossa dica final (e importantíssima!) para fazer um site é contar com um parceiro especializado em corretoras, alguém que entenda as particularidades de seu negócio a fundo e possa realmente ajudar. Entre em contato com a Don Advice e saiba mais sobre!